Tratamento genético contra HIV

Um novo tratamento contra a Aids começou a ser testado em humanos na Califórnia (EUA). A técnica consiste em modificar a informação genética dos linfócitos T auxiliares dos indivíduos soropositivos. Os linfócitos T auxiliares fazem parte do sistema imunológico e são as células infectadas pelo vírus HIV. Para que o vírus penetre nestas células, ele liga-se a proteínas de membrana. Já dentro da célula, o vírus passa a usar toda a maquinaria molecular dela para reproduzir-se e a célula começa a sintetizar proteínas virais. Os linfócitos T auxiliares são, então, reconhecidos como patógenos e destruídos por outras células do sistema imunológico, causando a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids).

Neste novo tratamento, o paciente receberá suas próprias células do sistema imunológico modificadas geneticamente. Os genes introduzidos farão com que as células reconheçam o HIV como uma ameaça e estimularão os mecanismos de defesa do indivíduo, prevenindo a duplicação da célula infectada. Técnicas semelhantes já tem sido utilizadas com sucesso no tratamento de doenças auto-imunes.

É importante salientar que não é a cura para a Aids, e sim uma tentativa de controlar o vírus ou reduzir sua presença para que os pacientes precisem de menos remédios. Não é a cura, mas pode ser o caminho…

Compartilhe este texto via Orkut Compartilhe este texto via Facebook Compartilhe este texto via Twitter Compartilhe este texto via UEBA

7 Comments so far

  1. Danielle Toste on July 27th, 2007

    Amanda, isso me lembra aquela questão das patentes de remedios e tecnologias na area da saúde, será que caso esse tratamento seja eficaz, sendo a AIDS uma doença tão seria, seria justo que a empresa cobrasse valores altissimos por esse tratamento? ao mesmo tempo, seria justo quebrar a patente de uma empresa que dedicou muito tempo e dinheiro para desenvolver esse tratamento?

    Estou procurando mais informações sobre o assunto e depois faço um comentário decente.

  2. Jonny Ken Itaya on July 27th, 2007

    Eu não se acontece isso de verdade, mas partindo do pressuposto que a industria farmaceutica tenta descobrir a cura da Aids para ficar trilhonária, essa onda de quebra de patentes aqui no Brasil não acaba desmotivando a pesquisas de industrias farmaceuticas brasileiras?

    Olhando para o lado do empresário dono da industria farmaceutica: Para que eu vou investir milhões sendo que assim que eu lançar no mercado o governo vai quebrar a patente e eu vou ficar a ver navios?

    Que fique bem claro! Sou a favor da quebra das patentes, mas tenho medo que isso acabe atrasando o desenvolvimento de uma cura, principalmente por pesquisadores brasileiros

    Ps: Tudo bem que a grande maioria deles aqui no Brasil estão em faculdades e são financiados pelo governo…

  3. Jonny Ken Itaya on July 27th, 2007

    Caramba Dani… postamos juntos a mesma coisa! rs rs rs

  4. ana anderson on March 21st, 2008

    e realmente uma pena nao terem descoberto a cura do hiv, e se ja esta ai a cura, divulguem!!!! porque a unica esperança que a humanidade tem é que venha jesus cristo para salvar a humanidade… a minha historia: contrai o virus e tenho uma filha, ela ja nao tem pai! pensem nisso…

  5. eunice pereira on June 2nd, 2008

    todos nos podemos ver que o hiv nao tem cura, pela medicina, mas podemos analisar que, podem haver medicamentas naturais a base de plantas ou ervas que curam… pensem nisso. pessoal, nao se desesperem continuem a lutar. bj

  6. gledcia on August 27th, 2008

    eu queria saber mas sobre o tratamento se e eficaiz e como fazem para intruduzirem os limfocitos t geneticamente modificados.bjs

  7. Jilsilene Ramos on December 3rd, 2008

    Existem mais noticias sobre esse tratamento. Gostaria de mais informações.

Leave a reply