Pesquisador já considerado “herói do planeta” é acusado de biopirataria

O primatólogo holandês naturalizado brasileiro Marc van Roosmalen foi condenado a 14 anos de prisão em Manaus sob acusação de biopirataria e peculato. Esta não é a primeira vez que o pesquisador protagoniza episódios polêmicos: já foi acusado de enviar material genético de espécies amazônicas para o exterior (o que provocou sua demissão do INPA), de transportar ilegalmente macacos e orquídeas e de tentar vender o direito à escolha de nomes científicos de novas espécies de macacos.

Roosmalen alega que pegou 14 anos de prisão porque fez ciência. Cientistas do mundo todo dizem que o tratamento dado a ele desestimulará as pesquisas biológicas e indica uma tendência de repressão governamental aos cientistas no Brasil. Afirmam ainda que as leis brasileiras antibiopirataria são vagas e conferem demasiado poder às autoridades que não têm conhecimento científico.

Não conheço as leis antibiopirataria (vou ler a respeito), mas tenho quase certeza que elas são elaboradas com auxílio de pessoas da área de ciências. Creio que a Dani pode comentar melhor sobre este aspecto.

O que eu sei é que o Brasil deve realmente proteger o seu maior bem, que é o patrimônio natural, e para isso é necessário regulamentação e aplicação exemplar das leis, bem como uma fiscalização adequada e maior transparência por parte dos pesquisadores.

Compartilhe este texto via Orkut Compartilhe este texto via Facebook Compartilhe este texto via Twitter Compartilhe este texto via UEBA

4 Comments so far

  1. Carlos Fran on August 29th, 2007

    Fiscalizar exige investimento, pessoal.
    Não dá pra fiscalizar um imensa área com apenas alguns “gatos pingados”.
    Infelizmente os órgãos do Brasil são desprovido, sem um número de agentes suficiente. 🙁

  2. Amanda on August 29th, 2007

    Certamente exige muito investimento, mas se queremos proteger a área temos (o governo, quero dizer)que definir prioridades. Se tanto dinheiro não fosse desviado para “lugares obscuros”, obviamente haveria mais a ser investido na proteção do patrimônio natural brasileiro.

  3. Carlos Fran on August 29th, 2007

    O nosso governo não sabe definir prioridades!
    Prova! Investe em laptop de 100 dolares e não investe em melhorias na merenda escolar, na formação e especialização de professores, na estrutura física…
    Problemas é o que não falta. Gente eleita pra resolver é o que menos tem.

  4. Dani on August 31st, 2007

    Assim que passar a semana de provas eu tento escrever alguma coisa sobre as leis antibiopirataria.

    Mas o Fran está certissimo, fiscalizar no Brasil é um problema, e não é só por causa da quantidade de pessoas, mas infelizmente a questão, ja corrente no Brasil, da corrupção é muito agravada nessa área.

Leave a reply